sábado, 9 de agosto de 2014

Canto de despedida ao Pássaro

De todos os bichos
Que a mim rodearam
Foste tu, passarinho 
Que enfim roubaste meu coração 
Mas o zelo com que me guarda
Não permitiu a ti pousar em minhas mãos

Embora teu canto transborde em mim
A sublime sensação do teu carinho
Sei que em outros ninhos queres pousar
E que a mim resta tão somente e ao longe
O teu vôo observar

Lembrar ao te buscar no horizonte
Do teu destino de voar
E ao peito pulsante
A inquieta esperança 
De teu coração aprisionar

Ana Carolina Alencar

Nenhum comentário:

Postar um comentário