sexta-feira, 30 de setembro de 2016

A delicadeza da flor

As flores desabrocham na primavera
Suas pétalas enlançam o sorriso
Dos olhos amantes
Que se negam ao se tocar
E se desejam ao partir

As palavras veras
Perdem-se ao vão
No silêncio das almas
Enlouquecem os sãos

Em sonhos se beijam
Em luzes sobejam
Carecem de atos
Para concretizar os fatos

E a vida peleja
A unir dois corações
Que em primavera estejam
Em outras estações

A flor que desabrocha
É a mesma que se fecha
E abre as paixões


Ana Carolina Alencar

Nenhum comentário:

Postar um comentário