quarta-feira, 22 de junho de 2011

POESIA SEM TÍTULO

Se me perguntarem algum dia
O que vale a pena na vida
Cofesso, demoraria a responder
Mas diria uma só coisa:

Mesmo que nas minhas crenças
Prevaleça o incerto
E a verdade se esfarele
Diante de meus olhos

Ainda terei uma certeza:
Vale a pena viver !

Mas não essa vida banal
da busca insana da felicidade

Vale a pena viver
Porque da minha janela o amanhecer
É mais saboroso
E as flores desabrocham tão suaves

Porque o sol aquece-me no verão
E eu ainda posso amar
E amo!

Amo as flores do meu jardim
Amo estrelas e querubins

E o anoitecer da minha janela
Também é tão saboroso
Que sinto o gosto de viver!

Ana Carolina Alencar

Nenhum comentário:

Postar um comentário