segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Palhaço

Essa poesia tem um pouco dos meus sonhos e da minha parte Lúdica... Surgiu um tempo depois que um cara que teve digamos certa relevância na minha vida, mas não muita pra ele não se gabar, porque ele vai saber que estou falando dele, compôs uma música sobre palhaço a qual eu gostei muito e ele dedicou essa música pra mim...Fizemos uma longa reflexão a respeito, alguns anos depois saiu a poesia que vocês vão ler:

            Palhaço

            Uma lágrima adorna o teu sorriso
            Foge à face a expressão do sonhar
            A sorrir sempre disposto
            Na arena há razão de amar

            Tens o dom desde menino
            E cresceste como aprendiz
            Despertaste o riso pequenino
            Além da maquiagem tens a cicatriz

            Teus passos errantes ocultam a dor do viver
            Tuas mãos brilhantes e a alegria se faz crescer
            Na poeira da estrada
            Tua sina já traçada

            Teu rosto a traços delicados
            Teu vermelho tão boca
            E teus sapatos desamarrados

            Se um dia teu palco se apagar
            Esvai de ti a força de lutar
            Pois teu ofício não há de trocar

            Jamais deixaria morrer
            A chama que te faz ser
            Palhaço
Ana Carolina Alencar

Ano passado dediquei essa poesia ao meu professor de clown! achei que fazia sentindo no contexto que passamos...

2 comentários:

  1. Apesar de ter inspiração numa música de um cara x , eu fiz essa poesia sozinha! É bom deixar bem claro

    ResponderExcluir
  2. Mandou benzaço carol!!!! vc eh d+

    ResponderExcluir