domingo, 30 de janeiro de 2011

Menina, Mulher

Indo na linha da nostalgia vou postar hoje uma das minhas primeiras poesias, em que eu fiz de um modo para poder musica-la depois, ainda não encontrei a pessoa certa pra fazer isso pra mim! Espero um dia encontrar...
Mas, essa poesia é muito especial pra mim porque é de um momento na adolescência em que muitas coisas novas foram despertadas em mim, talvez até mesmo essa vontade de escrever...
Muitas coisas passavam pela minha cabeça amores platônicos, ilusão, sonhos e a vontade de um grande amor!

             Menina, mulher
           
            É nesse jeito de criança
            Que eu vejo os seus traços de mulher
            É nessa  ilusão e esperança
            Que eu vejo que sabe bem o que quer

            É nessa tua carícia
            Que eu enxergo a malícia
            É nessa tua meiguice
            Que me faz te ver mulher

            Meu amor, meu amar
            Minha flor, meu cantar
            A tristeza em seu olhar
            Quero poder afastar

            Espero um dia
            Com você eu estar
            E na sua alegria
            Ver a certeza de me amar

            Meu amor, meu amar
            Minha flor, meu cantar
            A tristeza em seu olhar
            Quero poder afastar

Ana Carolina Alencar

Nenhum comentário:

Postar um comentário